Site de Poesias

Menu

Regina Felix

"Meu desejo é ser

E meu ser é desejo"

Sou miserável andarilha nos faróis

 

onde as palavras variam os destinos dos carros

 

Que conduzem as gentes. 

 

 

  • "Mas sem a saudade seria fácil, e acabaria; pois sem tempo não há momento pregado na eternidade."

Poesias de Regina Felix

Título Data Com. Vis.
Sem título, os versos dirão tudo. 17/02/2014 0 90
Pulsar 18/12/2013 0 97
O frio desta brisa noturna 04/01/2013 0 116
Tento ver nas sombras 04/01/2013 1 346
Eu, você sentimos... Nós. 18/01/2012 1 120
Palavras fajutas... 24/12/2011 0 85
Madrugada de Véspera 22/12/2011 0 413
Soneto Virada da Noite 21/12/2011 0 298
Casa de Penhor 19/12/2011 0 100
Futuro, hoje, ontem. 17/12/2011 0 125
Hoje sou ontem. 17/12/2011 1 193
Ser sem poder ser. 22/11/2011 0 841
Amor sem resposta... 19/11/2011 2 171
A espera de um trem 18/11/2011 1 102
Adaga de saudade 14/11/2011 2 188
Ampulheta de madeira II 31/10/2011 1 81
Ampulheta de madeira I 31/10/2011 1 122
Universalmente eterna. 31/10/2011 1 76
Razão para o tempo 18/10/2011 1 115
Quão grande é nada. 17/10/2011 2 109