Rita Maria Medeiros de Almeida

Rita Maria Medeiros de Almeida

O amor perfeito não morre nunca
a Juventude permanece em seu olhar
Quem me dera viver eternamente
mas aqui ou lá irei sempre te amar

A saudade existe no coração
as lembranças devoram minha solidão
minhas noites são pura ilusão
de um sonho perdido a voltar

Quem me dera podesse te encontrar
novamente de branco eu ia estar
bem ali no pé do altar
 nossas juras de amor renovar

tudo isto eu sei que é impossivel
mas a certeza em meu peito continua
um dia alem da eternidade
eu serei novamente tua.

Rita Almeida

Viuva a tres anos
Idade: ?
Aposentada
Escolaridade: Nivel Superior (adm. de empresas)
Gosto muito de poesias e de um bom livro para leitura diária
Religião: católica
Cor: branca

Cidade onde moro: Jaboatão dos Guararapes- PE.
End:Av. Bernardo Vieira de Melo, 1216-apt 801 -Piedade
54.410-011 (CEP)

"Amar e querer viver eternamente com o outro, o amor perfeito vai alem da eternidade."

💬   Fale com o Poeta

Poesias de Rita Maria Medeiros de Almeida

Título Data Com.
A TAXA INVISIVEL 18/01/2015 0
SER FELIZ! 21/07/2013 1
Conhecer uma mulher 05/03/2013 2
A SOGRA! 28/04/2010 2
Apenas Mulher! 07/03/2010 2
Mulher Triste 03/03/2010 0
Fingir! 11/10/2009 7
Gabriella 09/06/2009 1
Sonho e não realidade! 06/06/2009 2
A PENA DE PAVÃO 23/05/2009 4
A mãe Esquecida! 10/05/2009 3
O peso de ser mulher! 07/03/2009 5
Onde está os meus vinte anos! 02/02/2009 0
Saudade de Você! 13/09/2008 6
Um presente de Deus! 28/06/2008 4
Parte de minha vida 10/06/2008 2
MÃE! 10/05/2008 5
SOU MULHER! 08/03/2008 9
Quem me dera! 31/01/2008 8
A Adolescente 27/01/2008 3