Apagada magia...


Já não falo mais

Penso, as vezes

Sinto, um pouco

Reflito, muito

Imagino, demais

Arrependimento...

Tristeza...

Incerteza...

Apagada magia

Tua imagem já some

Da minha mente

Vida amarga...

Sem prazer,

Como meu pensamento

Moroso,

Como meu sentimento

Escabroso,

Como meu arrependimento

As palavras já faltam

Os versos rareiam

As sílabas se arrastam

Quase tudo acabando

Quase tudo se apagando

Também a poesia...

 

25/07/2009

20h 05min

Jefferson Dieckmann
© Todos os direitos reservados