O que mais Vale?

 O mundo me prende
Meus sonhos são destruídos
Recuso a viver
Preso em um corpo onde
A da rotina já é escravo
Não quero olhar nos olhos
Já apagados pelo caos do cotidiano
Mas ainda insisto, pois sei
Que só a mim cabe
A vontade de mudar
Só eu sei o peso do meu andar
Sei o gosto de meu suor
E sei o que quero
Mas duas coisas eu nunca saberei
O que vale uma vida?
O que uma vida vale?
 

Leandro Ramos
© Todos os direitos reservados