O QUE PREFERE?

Não quero ser a cama pra você deitar

Talvez seja a lareira na sala de estar.

Não quero ser só o banho quente pra aliviar

Mas posso ser a taça, o vinho e o queijo a degustar…

Não quero ser o tapete que protege teus pés 

Quem sabe eu seja seu roupão felpudo após às dez!

 

Entre o seriado pra aliviar o estresse

Prefiro ser o livro mais interessante 

Entre os vários remédios calmantes 

Prefiro ser o sorriso alegre em meio à prece

 

Não quero ser o prazer de uma noite,

Eu quero ser todas as noites bem dormidas da sua vida! 

Entre o não e o talvez

Prefiro ser o sim de uma vez.

 

De uma vez por todas!

 

Karine Adriene
© Todos os direitos reservados