SAUDADES SUA

Eu fico aqui fingindo que estou bem,
Andando de um lado para o outro na casa
Juntando as roupas jogadas no chão, as louças na pia e remendando as partes rasgadas do meu coração.
Tentando engolir a água gelada que coloquei no copo e tentando engolir as palavras tão duras que ouvi da sua boca.
Saio daqui, visto meu sorriso
Procuro outras fontes para me distrair de você, paro pra olhar o Horizonte e vejo a distância que nos separa, que nos limita
Eu estou aparentemente bem
Quero muito ficar bem
Os pensamentos vários que se instalam, são caixas altas gritando em silêncio
Sufocando os planos que fiz sozinha no meu mundo paralelo.
Você se foi da minha vida, saiu pela porta dizendo: "deixe-a entreaberta, eu volto pra te contar minhas aventuras" 
Eu te olho ainda hoje, depois de tudo que eu sei, e sinto amor, sinto a perda, sinto sede ainda, sinto tudo e não sinto nada.

Karine Adriene
© Todos os direitos reservados