Site de Poesias

Menu

A filosofia do mar

 
O Mar é o mistério,
Que ronda o planisfério,
É o silêncio da profundidade,
Quem revela a sua identidade.
 
Num tempestuoso inverno,
As ondas bravas viram espuma,
A leve brisa, um forte vento,
E o puro reflexo, uma negra puma.
 
Depois dos vestígios invernais,
Tudo chega mais calmo.
Os arenosos terrenos do cais,
Ficam mais finos que um palmo.
 
E por detrás do profundo silêncio,
O mar prepara grandes surpresas.
Na verdade, só colhemos o que plantamos,
Acabando por ser as presas.

 

Compartilhar
Marisa Ferreira
24/05/2013

  • 1 comentário
  • 48 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados