Palavras soltas

 
Refletivo em mim seu rosto.
teu reflexo, reflete-se em mim.
Ajo inconsciente procurando sua imagem
ela turva, se esconde, só subterfúgios.
 
Meias palavras, olhares fugazes,
teu corpo se reproduz em mim;
palavras sem sentido,
busco plena compreensão;
desnecessário.
 
Nosso olhares não se cruzam
busca insensante
quero crer...
insensata ilusão.
 
Você dorme, acredito.
Espero...
Aguardo...
Me reviro na cama.
busco um vinculo necessário
em vão.
em vão..
nada.
 

sergio de macedo saldanha
© Todos os direitos reservados