Deus


Quando estás só e nada mais queres falar...quando passares do estagio do não mais pensar...quando da vida mais nada quiseres...quando o mar não te for mais visível...quando a vida te for mais pesada...e o som tranqüilo não se fizer mais audível...quando o toque da mão não mais tu sentir...ou o amor não puderes retribuir...quando só dor vier ao teus olhos...quando o coração se tornar simplório...quando o chão se tornar tão frio...a ponto de estares a almejar o vazio...quando a dor não mais cessar...e o pesar começar a assolar...quando a partida se fizer tão presente que a despedida seja impertinente...quando o sonho virar ilusão e a dor tomar a razão...aí sim...aí sim...Eu estarei aqui...por mais que não queiras a Mim compreender...por mais que Me troques pelo saber...por mais que de Mim não queiras provar...ali ao teu lado Eu vou estar...inda que a morte esteja a pleitear...inda que o vento esteja a soprar...inda que a duvida venha ao teu ser...estarei Eu ali...cuidando de ti...sem tu perceber...e quando pensares em desistir...te farei forte para prosseguir...e quando caíres, te irei ajudar...pô-lo-ei de pé...e continuarei sempre a te guiar...por mais que nas sombras pense estar...saiba...só aí estás por que queres...mas ainda que não quiseres...contigo nas sombras estou a caminhar...e se um dia meu filho te lembrares de mim...estarei de braços abertos para abraçar-te em fim...   

MARINI
© Todos os direitos reservados