Site de Poesias

Menu

O TEU ABRAÇO

Intenso abraço, circulando brilho e luz.

Passeia pela tarde, feito uma amizade.

Tão displicente, porém, sempre produz.

Anseio irrestrito, e lavrada sinceridade.

 

Aura brilhante, em abraçado fadário.

Pensamento abraça ideia, feito esteio.

Dentre a essência, um lindo santuário.

Soltura abraça a leveza, e sem receio.

 

Arco íris abraça a tarde, tão lindamente.

E no horizonte, o Céu abraçado a Terra.

Dentre fruto doce, a abraçada semente.

Abraço, abrolhada vida, nova encerra.

 

Teu abraço  sentido no vento cortado.

Sopra inverno frio, em minha janela.

Eu o conheço, pelo barulho delicado.

Arfar de um anjo, quando, sono vela.

 

Enlace materno, para ensinar, o toque.

A lisura de saber, adubar as amizades.

Em cada íntimo, o festivo desemboque.

Palpitar longe, logo, abraça a saudade.

 

Abraço-te, com as palavras, também.

Simbolicamente, e regradas de amor.

Caloroso abraço, e como nuvem vem.

Chuva, aérea, enchente na alma de flor.

 

 

 

 

 
 

 
 

Compartilhar
izildinha renzo
14/12/2014

  • 0 comentários
  • 58 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados