Site de Poesias

Menu

William Baptistella

Estamos alienados e a única chance é o indivuduo e sua expressão. Com o declinio constante de nossa raça e a consciencia dissonante de nossas massas, seremos fatalmente esquecidos se não fizermos alguma coisa. O foco esta para outro lado da vida, onde a beleza exalta ainda mais o ego humano, mas como posso reagir se tudo que estou vivendo faz sentido? Como? Essa confusão me deixa perdido dentro de meias verdades, o tempo passa mais rápido e a vida corre tão depressa que some bem diante de meus olhos e ai os anos passam a serem apenas tópicos de vida. A inveja lá fora ataca pelos olhos, eu me ceguei, vejo apenas o que preciso. Estava esperando sua visita. 

Um dia alcanço a supremacia de minh'alma.

Poesias de William Baptistella

Título Data Com. Vis.
Revoando de volta para casa 26/09/2019 0 24
Raízes ancestrais perdidas no presente 24/09/2019 0 26
Renascimento de um Coração Selvagem 06/09/2019 0 28
Entre eu e Deus 05/09/2019 0 19
Teu Alvorecer 23/10/2018 0 54
A cada despertar 23/10/2018 0 57
Presença Angelical 23/10/2018 0 41
Anjo Terrestre 23/10/2018 0 49
Feche os olhos do coração 06/08/2018 0 57
Um de meus sonhos delirante 06/08/2018 0 48
Te quero em meus braços 05/08/2018 0 56
Minha estrela é você 05/08/2018 0 55
Estrela em meu céu 22/05/2018 0 75
Você pra mim 31/03/2018 0 110
Metrópole Incandescente 17/08/2015 1 109
Pscina (sem água) 16/10/2012 0 195
O Roubo 15/10/2012 0 302
Em Cartaz 23/09/2012 0 268
O Mito 18/09/2012 0 1529
Veredas d'alma 23/07/2012 0 196