Silêncio


Preciso dormir... preciso dormir... preciso dormir!!
 
A alma cheia de verdades que eu prefiro calar;
A cabeça cheia de idéias que não vão pro papel;
Tantas perguntas...
 
Enquanto eu reviro a caixa de entrada em busca de respostas,
Hoje, a minha poesia é só  o silêncio.

BRUNO
© Todos os direitos reservados