2022 VÉM AÍ...

E 2022 já vém aí,
Se, à chorar ou sorrir,
Depende do que se queira,
De qualquer maneira,
Nesse novo ano vindo
Estar-se à chorando e rindo
Das proezas boas e, ou más
Que tão somente se terá...
Que nos venha esse novo ano,
E continuemos acreditando
Nas melhoras que não chegam,
As pioras é que nos rodeiam...
Mas, se fazer o que,
Se tem pra tudo um porquê,
O porquê disso e daquilo outro
Que nos pesa no ombro,
Fazem calos em calombos,
Sem contar com os tombos,
As quedas que se têm
No convívio do viver...
Enfim, é assim mesmo,
Não se achando ser a esmo,
É assim que o compasso
Do tempo nos gira, ao extremo,
Somente vai para frente,
Para trás não volta, entrementes...

Josea de Paula
© Todos os direitos reservados