Barco Pescador

Nem no mato ou na cidade,

Jogo a rede, na verdade,

Do meu barco pescador.


Que navega pelos morros,

Desce rios, corre vales,

Cruza céus, luminares,

Pesca estrela, pesca gente,

De Salomão, pesca os Cantares.


Lancei no mar a minha rede

Pesquei sonhos aos milhares.

Ricardo Lemos
© Todos os direitos reservados