Site de Poesias

Menu

Um Toque

Eu lhe toquei.

Curioso como três palavras me deixam feliz.

Deixam-me feliz, porque esses três verbetes me lembram um momento (breve, diga-se de passagem) que me marcou.

Como não ficar feliz por saber que em ti toquei?

Nós, que até então estávamos tão pertos, mas ao mesmo tempo tão distantes, nos aproximamos como nunca

Pude compartilhar de um sentido inédito. Tato com tato

Minha mão na sua.

Como queria que este momento tivesse durado mais.

Pode parecer egoísmo de minha parte, mas para mim foram minutos preciosos.

Que percorrerão minha mente por longos dias.

Pude sentir sua pele. Sua pele junto a minha.

Queria poder não compartilhar apenas minha mão, mas meu coração, meu amor, minha vida.

Sei que idealizamos o outro quando nos apaixonamos, e até mesmo quando amamos alguém.

Mas falo sabendo que estou cônscio.

Estavas belíssima. Pude sentir-te perto de mim em um dos seus momentos áureos.

Não estou delirando. Elegância realmente é um sinônimo perfeito para você.

Sei que entreguei parte de mim naquele aperto de mãos,

Não como gostaria, é bem verdade, mas o suficiente para que ao menos pudesses saber um pouco do que sinto por você.

Se tremi, se fiquei nervoso, não posso afirmar com certeza.

Minha mente se dividiu entre duas pessoas, entre dois seres

E eis que a senhorita estava presente entre os dois.

Contento-me com pouco? Talvez sim

Mas quem define o que é pouco?

Para um casal de noivos, realmente um simples aperto de mão é pouco

Mas para um desbravador de corações alheios?

Não, definitivamente isso não é pouca coisa.

Cada pequeno gesto para mim é uma vitória

Pois tais gestos me mostram que o X do mapa ainda existe.

Resta-me ainda correr atrás dele.

Compartilhar
acrizio
29/10/2018