Site de Poesias

Menu

Jéssica Alencar

Quem sou eu?

Ainda estou em busca de mim mesmo

Porque sou  metade de um pouco de tudo

E meio louca, quase certa

Eu gosto de quase tudo

De quase nada

Do absurdo

De uma estrada

Da poesia

De certas palavras

Que certas ou erradas


 

se põe a mesa, a minha caneta,


 

Ou às vezes ao barulho das teclas


 

E se expõe a tantos erros,


 

A tanta mágoa


 

Nesses pequenos momentos absurdamentes intocáveis


 

Eu me encontro e me perco

E isso é o que eu sou.

Poesias de Jéssica Alencar

Título Data Com. Vis.
Até quando? 04/11/2011 1 84
Nosso filhos no zoológico 04/10/2009 2 163
Dia por dia 22/04/2009 2 160
PRIMEIRO ATO 20/04/2009 1 217
EU 29/11/2008 3 229
Por hoje um poeta 25/07/2008 3 184
Pra fazer... 29/01/2008 3 236
sentido 15/12/2007 3 374
Cotidiano 04/12/2007 1 325
poesia da poesia 13/06/2007 11 1226
tristeza X felicidade 13/06/2007 1 2229
DISSERAM 22/05/2007 2 480
esperança 09/04/2007 2 603
AMOR 05/04/2007 1 786
ele/ela 30/03/2007 2 655
uma dor 30/03/2007 2 432
ame 30/03/2007 2 358