Site de Poesias

Menu

Mais uma vez

Sabe quem sou eu?

Aquela que a tempos fazia de um micro papel meu companheiro.

A maquina de escrever tilintava no anoitecer e surgiam lindas palavras

Formando frases de sonhos, queixumes, amores eternos e palavras jogadas ao vento.

Sabem quem sou eu?

A poetiza que um dia se calou, silenciosou, guardando no cofre do coraçao as palavras de emoçao.

A poetiza que um dia se calou, secou as lagrimas se fez forte ,deixou de escrever

Mas a poetiza nao pode morrer, viver é seu lema e hoje volta a escrever mais uma vez abrindo seu coraçao para a inspiraçao

Mais uma vez é um simples e bonito recomeço..............

Escreva, sonhe, sorria, grite, seja feliz, abra o cofre da inspiraçao e deleite seu espirito com a força do interior tao bonito, nunca esquecido.

Mais uma vez................

Compartilhar

Rio, 25 de julho de 2008

Marisa Canalonga
25/07/2008

  • 0 comentários
  • 173 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados