AMANHÃ

AMANHÃ

Amanhã talvez... ou não
Porque nem tudo espera
Quem protrai é mandrião
Igual capitão de quimera

Amanhã apesar de hoje
Sempre vai ser outro dia
Pois da luta não se foge
É preciso muita ousadia

Amanhã o sol vai brilhar
E mais uma vez iluminar
Mentes cobertas pelo pó

Amanhã, igual a dominó
Torpes bandidos vão cair
Uma nação voltará sorrir

Marco Antônio Abreu Florentino

https://youtu.be/DfLqajYJc54
(Amanhã - Guilherme Arantes)

Marco Antônio Abreu Florentino
© Todos os direitos reservados