Site de Poesias

Menu

Quando nos tocamos


Voce me pergunta se eu te amo
E eu engasgo ao responder
Eu prefiro te ferir honestamente
Do que te enganar com mentiras
 
Algumas vezes quando nos tocamos
A honestidade é tanta
Que tenho de fechar os olhos para esconder
Que quero te abraçar até morrer
Quero te abraçar até que o medo em mim desapaereça
 
Luto com meu orgulho
Mas sou somente um escritor
Ainda preso a minha verdade
Ainda preso com a minha juventude
 
Tenho medo de te magor
E te deixar de joelhos
As vezes eu quero irromper
E te abraçar carinhosamente
 
As vezes eu te entendo
E eu sei como é dificil tentar
As vezes acho que estamos ao vento
Procurando por um amigo/a
Um irmão ou irmã
E então a paixão reacende.
 
Gloves

Compartilhar
Gloves Paulo
21/05/2020