Site de Poesias

Menu

A poesia

A poesia é como
O vento suave
Que acaricia
O topete das montanhas. 
Chegando ao mar
As ondas acalmam.
A poesia é como
O lume da lua
Que observa os namorados
Sob os olhar das estrelas
Num canto escuro da rua.
A poesia é como
Água pura que brota
Perene do morro,
Mas quando chega
Na cidade é dura
E quase morta pede socorro.
A poesia é como
O silencio da noite
Que nos faz lembrar
Dos nossos amores
Nossos desejos mais ardentes
E também de nossas dores.
 

 
J.A.Botacini. Março/1985.

Compartilhar
Jose Aparecido Botacini
13/03/2020

  • 11 comentários
  • 204 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados