Subjeções

 

 

 

Quando eu disser “lágrima”

 

Não entenda “dor”,

 

Se eu disser “pare”

 

Não entenda “medo”,

 

Se eu falar baixinho

 

Não entenda “segredo”,

 

Se eu falar “casa”

 

Não entenda “ninho”.

 

 

 

Palavras são palavras

 

De sentimentos tantos...,

 

 

 

Mas se eu falar “partir”

 

Entenda “encanto”.

 

 

 

 

Nair Damasceno
© Todos os direitos reservados