Vendaval


Onde me levas?
A uma ilha, algum cais?...

Eu já não me encontro mais...

Onde será o pouso?
Onde o sol nasce,
Onde a lua passeia
Ou em algum banco de areia?

Quem sabe:
Onde o rochedo mora,
Onde o dia morre,
Onde o rio corre...

Será que me levas
Onde nasce a estrela cadente?
A copa de árvore que canta
Ou onde minha alma se encanta?

Talvez
Onde a esperança viva
E os sonhos fazem festa,

Temo que seja
Onde nada mais resta...

 

Nair Damasceno

Nair Damasceno
© Todos os direitos reservados