Site de Poesias

Menu

Renato Gomes

Querida avó

 

Minha avó querida,
No peito trago a lembrança,
Dos carinhos e mimos que me fazia quando eu era criança.
Com palavras, tento externar meu sentimento.
Mas palavras são poucas para expressar a dor deste momento.
Agora, na sua ausência, tento confortar meu coração.
Mas tentativas são inúteis,
Tudo que eu faço, parece-me em vão.
Você partiu e eu não pude nem me despedir,
E com os olhos marejados,
Minha vida tentarei seguir.

Poesias de Renato Gomes

Título Data Com. Vis.
Querida avó 09/11/2009 0 103