Vida...

Na estrada da vida deserta, imensa e nua tecemos nossa estória crua.
Em cada esquina uma fantasia, nos aproxima para chegar o que nos reanima.
E cada ser segue o seu destino...
Buscando encontrar em seu desatino...
A força e o poder que em si atina.
Buscando pelo caminho a luz que o ilumina.
Não há historia de vida que se repita nesta longa jornada destina.
Mas cada ser em si traz a sua sina, que lhe instiga sair dessa vida maldita.
E como a roda viva da vida...
Ora em ascensão, ora em descensão...
Todos mortais aprendem, manter a chama acesa da inspiração!

Mauricio Lomes
© Todos os direitos reservados