TODOS OS DIAS

 
TODOS OS DIAS
 
Todos os dias, quando a “ Lua “ desponta, eu digo à ela
que “ Te Amo “, para que minha fala ecoe nela
e lhe envie junto com o “ Luar “ que ilumina teu
“ Caminho e Alma “, o meu “ Pranto “ para entrar
em seu “ Coração “, se assim você deixar.
 
Todos os dias, quando o “ Sol “ nasce, no “ Horizonte “
de minha “ Existência “ , eu digo à ele que “ Te Amo “,
para que minha fala ecoe nele, e lhe envie, junto com seus
“ Raios “ quentes e iluminados, que te aquecem, o meu
“ Apreço “, para entrar em sua “ Consciência “. se assim
você deixar.
 
Todos os dias, quando as “ Estrelas “ cintilam,
eu digo à elas, que “ Te Amo “, para que quando
a “ Beleza “ de teus olhos as à admirem, minha fala
entre em sua “ Singeleza “ , se assim você deixar.
 
Todos os dias, quando a ” Brisa “ bate em meu rosto,
eu digo à ela que “ Te Amo “, para que ela leve,
minha fala de “ Carinho e Respeito “ à bater em sua
“ Cútis Aveludada e Suave “ , e transmita meu “ Lamento “ e
impregne sua “ Alma “, se assim você deixar.
 
Todos os dias, eu digo que “ Te Amo “, e lhe envio através de
todos os caminhos da “ Natureza “ que possam te alcançar,
o meu “ Humilde “ mas “ Sincero “ “ Bem querer “ por você,
a te ” Despertar “ do teu sono “ Justo “, se assim você deixar.
 
Todos os dias, de qualquer forma eu digo que “ Te Amo “,
mas ai não preciso pedir tua permissão, pois desse “ Sentimento “
único, só eu sei como o “ Sinto “.
 
M.A. Tisi

Marco Aurelio Tisi
© Todos os direitos reservados