Pacto

 Anjos caídos diante de mim
Vozes sendo sussurradas
Dor sem fim,
Alma sendo retirada.
 
Corpo que agoniza
Alma que chora.
O Pacto se concretiza
“Para!” A alma implora.
 
Arrependeu-se tarde demais
Isso não vai parar
Não se pode voltar atrás
Seu destino não pode mudar.
 
Mais uma alma levada
Por um anjo do mal.
Alma que chora desesperada
Com esse triste final.

Ritinha
© Todos os direitos reservados