Site de Poesias

Menu

Philidel

Criatura de 15 anos que não consegue ser prosa. Paulistana. Não consegue se conformar com a poluição, o preço das guitarras e a programação da TV, por isso estuda música, sua razão de viver. É fã de música barroca e Rush, coisas que ninguém nessa idade conhece, mas continuam sendo ótimas mesmo assim.

Às vezes faz bicos como espírito do ar, sendo invocada por Merlin para vencer os saxões. Mas isso é outra história.

Poesias de Philidel

Título Data Com. Vis.
Melancolia 02/04/2013 1 375
As doces horas 23/03/2013 4 135
Lua elétrica 18/08/2012 1 528
Canção do verdadeiro exílio 09/03/2012 1 104
Oração 09/03/2012 0 168
Pombo morto 09/01/2012 2 86
Joaninha 27/12/2011 0 98
Madrigal para uma mosca 27/12/2011 3 88
Bored 15/08/2011 2 98
Amizade 15/10/2011 0 130
Domingo 11/12/2011 0 686
Desabafo - Desapego 03/08/2011 0 1250
Balada do espelho 25/08/2011 1 128
Enquanto 15/08/2011 0 119
Caminhando 13/08/2011 0 419
Águas 13/08/2011 2 1586
Trem 06/08/2011 0 1424
Cinza 09/08/2011 0 100
Natal 10/12/2011 0 99
In Memoriam 27/07/2011 0 102