Site de Poesias

Menu

Gustavo

Para todos os leitores

Esse é uma das minhas manias. Não sou um Drummond nem uma Meirelles sou um pseudopoeta, quando estou tenso ou iludido minha cabeça gira, gira, gira e começo a discutir comigo e dessa conversa surge essa reunião de palavras, que eu mesmo denomino pseudopoesia.
Aqui estão todas as minhas pseudopoesias, sou muito descontraído e comunicativo, mas quando estou na posição de criador escondo a minha criatura não sei o porquê, talvez tenha medo da sua reação ou coisa parecida só sei que você irá ler e eu não verei os teus olhos, o que me tranqüiliza, temporariamente.
De todas as minhas pseudopoesias 2 são muito especiais uma é “Reencontro”, que eu perdi e a outra é “Simplesmente”, que está aqui, não deixe de ler. Já foram lidas algumas das pseudopoesias por pessoas muito próximas e agora elas estão dispostas para o mundo!!
Lembro-me que a primeira vez que reunir palavras em um papel tinha pouco mais de 10 anos, muitas delas eu perdi, era muito relaxado só após ter perdido “reencontro” foi que me dei conta da importância de tê-las escritas no papel, em um caderno, onde estão todas elas hoje.
Comecei os 10 e não sei quando vou parar, espero que essa luz nunca se apague, mas se isso um dia acontecer estarei feliz por ter juntado todas as anteriores em um livro.

Poesias de Gustavo

Título Data Com. Vis.
Sonhar 21/02/2006 0 754
Rocha de Cristal 21/02/2006 0 624