Site de Poesias

Menu

Elisa Salles

Sou casada por dezessete anos, enlace que lhe presenteou com uma filha, que junto à poesia constituem sua paixão.
Começo a escrever versos desde muito menina. Leitora assídua dos escritores/ poetas brasileiros e Portugueses, devorava todos os livros que lhes chegavam às mãos. Na escola se sobressaía ao recitar seus poemas já cheios de um forte romantismo e melancolia, influenciada por Cecília Meireles, Florbela Espanca, Augusto dos Anjos e mais tarde por Edgar Allan poe, que a levou a criar o pseudônimo de Anna Corvo. Poetisa visceral e gótica. Hoje possui várias comunidades no fascebook, além do grupo poético " Poesias dos quatro cantos da terra" que tem o orgulho de abrigar grandes poetas brasileiros, portugueses e angolanos.
Ultimamente tem publicado em algumas antologias em Portugal
são elas:
* Na Antologia eclética, da editora colibri.
* No Antologia, Livro Aberto da rádio voz de Alenquer
*Na Antologia Perdidamente, da editora Livro aberto.
E outros que estão à caminho, graças a Deus.

  • "" A poesia nem sempre vem acompanhada de quimeras, falsas doçuras ou utopias. Poesia também é espinho no roseiral e dor." Elisa Salles"