Site de Poesias

Menu

October

Nascido onde o frio reina e domina todas as vísceras, implacável mês das chuvas, temido por quem sozinho caminha, adorado pelos acompanhados. Outubro... daí do teu leito nasceu o que contrária? Destes a luz á antimatéria? Está no teu espaço de dias o nascimento de Lúcifer?
Onde caminhou vários poetas, oitavo mês do ano que dá lugar ao contrário, ao que grita dentro na prisão, ao que se choca com o bem para brotar o maléfico, Outubro... Sou eu pequena parte de si, teu filho e admirador, ganhastes nome de mês, mais não seria de má ideia lhe atribuir nome divino.