Site de Poesias

Menu

Pâmella

 


Penso em que sou
E não me entendo
Me Complico
Não me explico.
Nem sei o que sou...
Será que sou?
Pois se sou
Não sou normal!
Será que é isso?
Será que vivo?
Se vivo não me sinto viva!
Não sou como os outros!
Excluo-me de tudo!
Fujo do mundo!
Fujo de tudo!
Vivo só para mim
Entre quatro paredes
As quais nem quero mais sair.

Poesias de Pâmella

Título Data Com. Vis.
A DROGA DESSE MUNDO! 24/07/2008 1 203
NUNCA ENTENDEREI! 24/07/2008 0 156
NÃO SOU COMO OS OUTROS! 24/07/2008 0 151
NOITES DE DORES! 24/07/2008 0 207
O TEMPO MUDOU TUDO! 22/07/2008 0 162
ALMA PERDIDA 22/07/2008 0 114