Site de Poesias

Menu

João Paulo

Não sou um crítico, não me chamem assim.

Não sou nenhuma especie de sabio ou mago, apenas sou alguém de frente para vida, de cara a cara com a tv não demostra percimismo diante das coisas .

A poesia é uma forma de mostrar como amo e ódeio o mundo.

Por que a chuva mim irrita e o sol me aquece..

Porque os ricos curtem enquanto os pobres sofrem e morrem de maneiras tragicas.

Por que não acredito em Deus para as pessoas e por que acredito de que forma ele existe para mim e dentro de mim. 

Poesias de João Paulo

Título Data Com. Vis.
Fredda Notte 17/03/2009 0 827
Doce ternura 11/03/2009 0 539
Caminhando e cantando Alexandre Mourão 27/02/2009 0 438
A maior Nobreza 27/02/2009 0 2209
O que é o amor ? 02/02/2009 0 205
Omissão 22/01/2009 2 138
Morte eterna 22/01/2009 0 1223
Andante 20/01/2009 0 219
Cavalo andante 20/01/2009 0 1022
Meu amor 20/01/2009 0 873
De repente 13/08/2008 0 287
Mascara Religiosa 13/08/2008 1 187
Quem sou... 10/06/2008 0 186
Meu Hino Brasileiro 11/06/2008 0 623