Site de Poesias

Menu

GIZELDO BAPTISTA DE ALMEIDA

UM ACENO, UM ADEUS...
PÉTALA, CHÃO DE ESTRELAS.
SÓ VOCÊ.
ESPERANÇA MÓRBIDA.
VIVER, SINA CRUEL.
MOMENTOS.
CORAÇÃO EM DELIRIO.
UMA DEUSA...
INFORTÚNIO DA ALMA.
UM PERDÃO.

Poesias de GIZELDO BAPTISTA DE ALMEIDA

Título Data Com. Vis.
Noite vencida... 07/09/2007 0 187
Um convite... 29/10/2005 4 202
A flor e a mulher... 28/10/2005 6 1727
Salteadores de corações... 28/10/2005 3 204
Despertar 27/10/2005 2 252
O poço 13/10/2005 2 152
Coraçao em delirio... 11/10/2005 2 110
Pétala, Chão de estrelas... 10/10/2005 4 153
Incógnita... 26/09/2005 0 122
Estrada esburacada. 23/09/2005 0 95
Doce amanhecer... 15/08/2005 2 234
Infortúnio da alma. 01/08/2005 0 300
UM ACENO, UM ADEUS... 30/07/2005 0 544