Site de Poesias

Menu

Felício Pantoja Campos da Silva Junior

"Sou apenas mais uma voz que neste momento ecoa dentro do teu coração!"

"Quem ouvirá as palavras de um moribundo que bem lá no fundo disse verdades malditas?
Quem se importará com o que fala aquele que ninguém quer ouvir!
Gritos! Gritos! Para dizer em silencio ao teu ouvido o que o mundo não deve saber...
É a chaga que carregas no peito porque depois de tanto falar, nada pode dizer.
Ouvirás a voz muda das palavras ocultas expressadas em gestos, jeitos e trejeitos do rosto, do corpo ou das mãos?
A voz que não quisera ouvir, hoje diz para ti, ouça pelo menos as palavras deste teu coração!"
(Licinho)

Poesias de Felício Pantoja Campos da Silva Junior

Título Data Com. Vis.
O que é Dele Retorna a Ele 23/03/2012 0 91
5 - Faculdade Da Vida 23/03/2012 0 513
4 - Palavras, meras palavras... 23/03/2012 1 129
Ele é Tudo Para Mim... 21/03/2012 2 120
Daltonismo Social 21/11/2002 0 119
Eu Não Sou Deus 22/12/2002 0 150
Choro Pela Minha Araucária 16/12/2002 1 604
Lamento de um Sertanejo 04/12/2002 1 108
A Graça da Menina Mulher 04/11/2002 3 142
Delírios de Poeta 20/10/2002 0 86
Barreiras do Impossível 18/10/2002 0 90
Companheira 15/10/2002 0 80
Agradeço-te Senhor! 31/12/2002 0 74
Duplo Eu 25/12/2002 0 86
Valeriana 24/12/2002 0 86
Ladrão Por Excelência 23/11/2002 0 96
Verdadeira Amante 12/01/2003 1 140
Néctar de Mulher 03/11/2002 0 144
Eu Quero Ser 17/10/2002 0 173
Alucinógeno 15/10/2003 0 144