Site de Poesias

Menu

Eduardo Henriques

Gosto do mundo e de tudo o que o rodeia. Infelizmente, no planeta, as fronteiras já não são de valor. Mas no universo, ainda são da forma.
Gosto de poesia. Mas não sou poeta. Escrevo uns rabiscos, porque sinto o que vou vivendo. E não sei ficar calado. Gosto de boa pinga e boa mesa.
Gosto do mar e de navegar.

Poesias de Eduardo Henriques

Título Data Com. Vis.
ABANDONADOS 18/08/2010 0 75
A FORÇA É DIVINA 18/08/2010 0 204
PULSAR do MUNDO 17/08/2010 0 113
AO MEU PORTUGAL 17/08/2010 0 1097