Carlos Orlando Fonseca de Souza

Carlos Orlando Fonseca de Souza

Carlos Orlando Fonseca de Souza, sagitariano, nasceu em 21 de dezembro de 1953 na Vila do Espirito Santo do Amapá. Desde cedo despertou o seu gosto pelas letras. Escreveu os livros " O Zé e a Cobra Grande" em forma de literatura de cordel onde narra estória típica da crendice amazônica e "Hamelin sem Flautista" como uma sátira ao aparelho repressivo do Estado, enaltecendo a educação como forma de minimizar os problemas da sociedade.

"De repente, introspecta em seu silêncio, a alma lírica passa a falar de amor. É quando no papel se desenham palavras que encantam ao dizer sobre a saudade, a desilusão, a dor, a vida, o reencontro... É assim que nasce um poeta."

💬   Fale com o Poeta

Poesias de Carlos Orlando Fonseca de Souza

Título Data Com.
Saudade inutil 02/10/2014 0
Resignação 01/10/2014 0
Desamor 28/09/2014 0
ACROSTICO 01 26/01/2009 6
ANJO 16/01/2009 2
Pegadas. 22/02/2008 4
Sempre. 02/08/2006 4
Abandono. 21/07/2006 4
Castidade 09/07/2006 3
ACROSTICO 01. 04/07/2006 1
Nostalgico 10/06/2006 1
Igarapé das mulheres 04/06/2006 2
Calmarias 03/06/2006 2
Fuga 03/06/2006 2
Restia 03/06/2006 1