Site de Poesias

Menu

NU E CHORANDO

No útero da mãe a natureza sábia gerando
Um embrião que num óvulo foi fecundado.
Gestação de nove meses e nasce chorando
Um ser nu, sem dente, sem pelo e engelhado.

Indefeso durante alguns anos inspira cuidado,
Sendo criança, aprende sorrindo e brincando.
Já crescido, homem feito, forte e formado,
Apraz os desejos que na vida vai conquistando.

O tempo passa e tão rápido parece voltando,
O homem envelhece e aos poucos se desfiando
Passando com o tempo, frágil, lento e cansado.

E assim a vida o deixa trêmulo e caducando
O mesmo homem que nasceu nu e chorando

Finda seus dias, banguelo, careca e enrugado

Compartilhar
Carlos Cintra
19/02/2014

  • 3 comentários
  • 116 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados