Site de Poesias

Menu

como dias são...

confessar aos olhos que os sonhos são o desenho do desejo, quanto mais se tem, mais se pensar em saber o quanto lindo deve ter o brilho que os seus olhos têm!

superar o dia como água viva corrente desafiando montes, arrastando flores, em sentidos opostos e dispostos aos males que lhe entristece, faria então estar dentro a alegria mais fervente.

Tenho vidas fragmentadas em minhas mãos, e todas elas são vidas, nem maiores ou melhores apenas vidas, cada uma de sentido único e ainda são vidas...

então por que me agracia com seu silêncio, o que quanto a receber seu toque e despertar aos olhos de ti toda a harmonia de seu perfume tragado pelo meu paladar devagar ali talhado em ti.

ainda não encontrei a flor que cravasse suas raízes em meu peito, que também cultivá-la e a fortalecesse tão bem!

o que é distância comparada em sinceridade, de certo e claro é forçar quando se quer um toque e afago, mas lhe entendo que nem de raios de sol vive uma rosa, mas também do orvalho que a toca.

Compartilhar
Alexon Rocha Mendes
11/01/2014