Site de Poesias

Menu

Gramas verdes. Céu Azul

Gramas verdes
Céu Azul
Tantos caminhos um Mato Grosso do Sul 
 
Povo sofrido e batalhador,
Forte, porém desunido
Ouve, vê, sente e se cala
Exemplo disso são as tarjas.
Censuram o que você fala por simples marra.
 
Censuram quando você diz
que gosta de música clássica, coisa que deveria ser sabedoria básica. Preconceito.
Esses te calam e comprometem o seu conhecimento, 
Fazendo isso te param no tempo, te seguram.
E se você soubesse a resposta daquela pergunta? Qual seria a dúvida.
Dúvidas que nos movimentam, de onde vim? Para onde eu vou?
 
Você já teve medo de perguntar algo?
Por que?
Quem te cala num país 
Que nessa condição, diz ter uma constituição?
Que se faça valer esse belo texto escrito por nossas mãos.
Brasileiros.
 
Gostaria de pensar
que nesse linear,
esse meu leitor
tenha a louvável condição 
de ler a constituição.
Doce ilusão.
 
Ai ficamos perdidos
no tempo e no espaço
seguindo rastros, de felicidade
sem personalidade
procurando algo e se perguntando;
Por que a vida é assim?
AGIR SIM, tudo é uma história sem fim.
 

Compartilhar
Jefferson Neves Saucedo
11/01/2014