Site de Poesias

Menu

A síntese da dor por causa da cor fazendo com que homens de ambição carreguem no peito a discriminação

 
Transfiguro a essência dos homens nesses versos
Perversos, honestos, modestos, guerreiros e etc...
Que com todo o poder de mudança
Nada o fazem, falta de capacidade ou vontade?
Isso não pode ser verdade.

Em muitos becos e vielas
o ódio e a morte nos cercam
e como se fossemos dados nos deletam
Simples e cruel e ninguém transfere nada pro papel.

Homens que matam por terras
enquanto 60 milhões vivem na miséria
não porque o homem assim o conduz
mas esses ainda não alcançaram a luz

Casa de madeirite, rios de lixo
rios de lixo e em volta seres humanos dignos
de pelo menos respeito
Será que o povo brasileiro só pensa em dinheiro
Para assim manter esse sistema sem freio?

Negros, índios, brancos, amarelos, pardos e mulatos
Somos todos iguais perante um fato, O UNIVERSO.

Compartilhar
Jefferson Neves Saucedo
06/01/2014