Site de Poesias

Menu

Hoje é domingo pé de cachimbo, o cachimbo é de ouro que enriquecem o tolos

 O ouro dos tolos é minado todo dia
minado por quem não acredita nas suas autorias
minado por quem não confia no seu taco 
minado de quem se mostra fraco

Somos humanos, imperfeitos, irracionais
as vezes com discernimento menor que alguns animais
mesmo assim sobrevivemos
pois é o que sabemos, fazer, 

Fazer, agir, sorrir, mentir, chorar, gritar, amar
um corpo só, capaz de tantas emoções
Onde elas estão? Por onde caminharão?
Se eles ainda dizem que sentem 
Eu sinto que eles mentem.

Os que carregam sempre 
as chaves da corrente
Responsáveis pela sua prisão e a minha, 
prisão que não veem nem na sua frente, 
a prisão da própria mente.

A liberdade da carne acalma
Mas a felicidade depende da liberdade da alma.

Compartilhar
Jefferson Neves Saucedo
05/01/2014