O sonho mofado

O sonho mofado se esvaira, esmaecendo-se das margens da mente..., minha crônica já não tem mais sentido, pois o sentido dela foi se afogando e se aprofundando nas areias que nunca se secam...Ela caiu lá embaixo, no profundo desespero silencioso.
O sentido!
É minha mente flutuando sobre as águas,e minha cabeça afundando e afogando-se neste mar..., mar..., de pensamentos que foram jogados na margem da praia, cuspidos, expelidos...
O sonho mofado já não existe mais, nem mesmo o travesseiro reteve seu cheiro...
O sonho mofado já não existe mais, nem mesmo eu o conheci por inteiro.

Apesar de ás vezes errar fazer parte da vida e arrepender-se também, acabamos perdendo certas oportunidades. Únicas...

Guarulhos, SP.