Site de Poesias

Menu

Comentários da Poesia "Reciclando a dignidade"

de BRUNO

Gostaria de deixar seu comentário?

Comentários

ATENÇÃO: Os comentários aqui registrados não representam a opinião da equipe do Site de Poesias, nem mesmo recebem o seu aval. A responsabilidade pelo conteúdo dos comentários é inteiramente do autor dos mesmos. Ao poeta é reservado o direito de remover os comentários de seus poemas, quando achar por bem fazê-lo.


Nossa meu saudoso amigo Bruno que texto lindo,
é como uma aula de vida,obrigada por este lindo precioso coração que Deus te deu...

A dignidade pessoal e a honra,não podem
ser protegidas por outros,devem ser
zeladas pelo indivíduo em partícula.

(Mahatma Gandhi)

bjos
Poetisa
Desconhecida

O que sobra nesta linda senhora magistralmente descrita por você:

Falta em Brasília...

Você de fato é um poeta genial e de grande sensibilidade...

Já esse teu vizinho é pingunceiro
Só vive comeno água
Como dizem:
15 milhões de baianos analfabetos e pingunceiros...

Eu estou fora dessa:

Quer dizer:

Só da Pinga...

Meu fígado já estourou a muito tempo.

Trilhões de aplausos do Papa-Crítico Literaro.

As imagens são fortes. As imagens que a poesia cria em nós.
Que linda utopia, ver a dignidade sendo reciclada.
Forte e essencial texto Bruno !

Uma vez, vi uma reportagem sobre as pessoas que vivem recolhendo o lixo do rio Tietê, passam o dia no meio daquele esgoto, de barco, recolhendo latas, garrafa pet, e até objetos para levar para casa. No meio da reportagem, apareceu um iogurte boiando no rio, e o rapaz entrevistado pegou, abriu e tomou, de uma vez, para a surpresa do repórter. Esta reportagem ficou marcada na minha mente, pois senti tanta coisa que só lendo o seu texto consegui entender o que senti.
Ainda bem que esperamos um mundo melhor, justo, sem pobreza que, creio, está por vir...
Parabéns por mais um texto que ensina e edifica.
Não pare de escrever, por favor!

Voltar à poesia