Site de Poesias

Menu

Chuva e um pouco de solidão

Chuva rasga o peito em formas variantes...
Chuva cai la fora e me trás lembranças errantes...
me desespero e penso em você, que vontade de ter você, da saudade de sentir você...
 
 
 
 
Chuva que acalenta e esfria os meus sentimentos, 
 
 
 
chuva que molha o meu delírio;
Latente em especificidade ao meu falar, e ao tão especifico me vem à dizer, de palavras me faz sentir tudo de novo quando você está por perto!
 

Me lembro de você, me lembro em te dizer que eu te amo e eternamente amarei você...
Não sei por que ?Pergunto a minha alma, e tuas respostas me vem ao pensamento, que jamais será dito ou regido...
Pergunto o por que não tento de novo uma certa aproximação, esse talvez seja o pecado do meu coração e nem sei por onde irei atingir você;
 
Tocar o teu corpo, como a chuva que me deixará doente no meio desta estrada está me tocando, me faz perceber o tanto que sou tolo em ter deixado você ter ido embora...
 
Penso e replico, repenso e penso mais uma vez, por que sofro tanto por um porque desta vida...icognita maldita que refaz a minha alma, laços de diamantes destruídos em vez de perolas que jamais foram vistas por um simples artesão.
 
Pobre de quem se engana que a chuva não leva os pecados que lhe foram cometidos, pois assim eternamente sofrerá com tudo o que há de existir...
 
Somente um minuto em que escorrega sobre a minha blusa branca aquelas lágrimas misturadas com lama e água da chuva que molhou o meu coração...
 

Fenômeno da natureza que me lembra você...Eternamente, até a morte e o renascer da vida...Não sei se voltarás para os meus sonhos e viveras uma nova realidade, ou sumirás do meu mundo e talvez jamais poderei rever às lágrimas do seu olhar de criança que ainda não foi perdida...Mesmo que assim venha a se esconder, por trás de um ego que não demonstras o que fostes de verdade...
 
 
 
 
Não queira ser fortes, pois a tua fraqueza consumiu as forças vitais de sua mente, nunca queiras ser forte se não tens como ser, pois no final de tudo só me resta chorar eternamente por você!!!

Compartilhar
Bruno
03/12/2013

  • 1 comentário
  • 80 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados