Site de Poesias

Menu

FARSA

[Ilustração não carregada]

 FARSA
 
 
Já vi de quase tudo neste  mundo;
Até vi muito além da face humana!
Vi muita  gente astuciosa que engana, 
E disso sente  o orgulho mais profundo!
 
Vi homem  “santo” (reles  vagabundo), 
Passar  barro por  fina porcelana!
E quanta gente eu vi que inda  se ufana,
De ter sido o embusteiro mais imundo!
 
Conheço, assim, desta turba, a ideologia;
Todo o tamanho de sua hipocrisia,
Suas perfídias, falácias e trapaças!
 
E bem  no meio desta podre gente,
Tu foste  ( dentre todas) certamente,
A mais perfeita de todas  as farsas!
 

Compartilhar

Protegido pela Lei dos Direitos Autoriais. Plágio é crime. Cachoeiro de Itapemirim-ES

Nelson de Medeiros
29/11/2013