Site de Poesias

Menu

Andando no caminho da felicidade...

CAMINHO TRILHADO RUMO AO VENTO DO DIA...
LEVARA ME CONTIGO SEMPRE COM RETICÊNCIAS...
NÃO, NÃO PODIA...
CONTINUAR NA VIDA FÁCIL SIMPLIFICADA PELAS CIÊNCIAS...

HOJE VOU CONHECER O NOVO...
PORQUE EU ME PERDI NO COTIDIANO...
VOU MOSTRAR PRO DESTINO QUE EU O MOVO...
E DESAFIAR O QUE ME ESPERA TODO FIM DE ANO...

TODO FIM DE ANO SE PASSA SEGUNDOS DEPOIS...
DOS MILÉSIMOS QUE SE PASSAM DOS CENTÉSIMOS,
DOS INSTANTES INFINITOS DE UM ATÉ DOIS...
TODO FIM DE ANO QUE SEMPRE ME FOI PÉSSIMO...

PRA TODO COMEÇO HÁ UM FIM,
E TODO FIM JÁ É UM COMEÇO...
SENDO ASSIM VOU CUIDAR DE MIM,
ANTES QUE A VIDA ME DÊ UM TROPESSO...

SOU UM SÁBIO SEM CULTURA
QUE PERDESTES A RAÍZES NA INFÂNCIA.
QUE ABANDONEI O VERDADEIRO AMOR POR LUXÚRIA.
AGORA EU TENHO ÂNSIA.

MINHA BÚSSOLA SÓ APONTAVA PRA UMA DIREÇÃO...
COM TANTAS PÉTALAS SOBRANDO NA ROSA,
RESOLVI IR PRA DIREÇÃO CONTRÁRIA A MINHA INTUIÇÃO...
NÃO MAIS SOU AQUELE QUE DO CONFORTO, GOZA.

VIVER EM NOSTALGIAS NÃO IRÁ ME FORTALECER
VOU DEIXAR QUE A VIDA FAÇA SIGNIFICADO PARA A SORTE
NÃO VOU DEIXAR MEU CORAÇÃO ADOECER,
POIS DEVO APRENDER A TEMER A MORTE.

VIVA Á VIDA E QUE A VIDA VIVA MUITOS ANOS DE IDADE...
ANTES QUE DIGAM "NADA É ABSOLUTO, TUDO É RELATIVO..."
EU DIGO "TUDO É ABSOLUTO QUANDO CONTAMOS A RELATIVIDADE"
E AINDA PRECISO DE MOTIVO...?

PRA DIZER QUE EU TE AMO...
PRE DIZER QUE EU TE ADORO...
PRA DIZER QUE EU TE ODEIO...
E QUE NADA MAIS EM VOCÊ IGNORO.

LIBERTOU-ME DA IMAGINAÇÃO LIMITADA,
TROUXE-ME O NOVO ALÉM DO RACIOCÍNIO VAGAROSO.
MOSTROU-ME A VIDA IMORTALIZADA
PARA UM MORTAL OCULTAMENTE AMOROSO.

CAÍ NO SAMBA DA VIDA,
NA BOSSA NOVA DO BAMBOLÊ,
AGORA SÓ VOU DAR DESPEDIDAS
POR QUE TENHO MUITOS AMANHÃS PARA CONHECER...

Compartilhar

NUMA VIDA DE AÇÕES E REAÇÕES, DE CONSTANTES TROCAS NESTE CÍRCULO INFINITO, O QUE MENOS DEVE FICAR ESTAGNADO É A NOSSA FELICIDADE. POIS O MAPA NUNCA LEVA A FELICIDADE E SIM AO OBJETIVO, SENDO QUE O BOM MESMO E VIVER AS ETERNAS SURPRESAS. GUARULHOS-SP

Rodrigo Ferreira Magalhães
06/02/2006