Site de Poesias

Menu

Jesus Cristo Reina

 Me ponho a pensar na grandeza e na profundidade dos teus feitos...
 
"Deixando a plenitude do teu ser, voluntariamente,
 
Vivendo rodeado de pecado, algo que sua alma repudiava instintivamente.
 
Expressou o amor na essência de sua natureza, nú e puro, como realmente é;
 
Foram trinta e três anos de sacrifício constante, de uma vivência amplamente experimentada
 
Em sofrimento desde a sua infância por habitar em um ambiente caído e opressivamente desencorajador.
 
Tudo o que se pode nomear como sinônimo de dor, inclusive a rejeição de seus amigos mais íntimos
 
Quando mais precisou, mesmo tendo-os amado até o fim...
 
Sua agonia era tanta que chegou a transpirar sangue, pois sabia o nível do cálice que estava para enfrentar...
 
Já pendurado no madeiro, suportanto sozinho a culpa e o castigo de milhões de pecados que não cometeu,
 
Nos quais se incluem os meus e os teus, foi privado de sua maior alegria em toda a sua vida terrena...
 
Como se não bastassem toda tortura física e de alma, Jesus foi privado de suacomunhão com o Pai,
 
A qual Ele jamais havia experimentado em nenhum outro momento da eternidade.
 
O Senhor Deus o fez maldição por nós e despejou sobre Ele o peso inimaginável dofuror de sua ira
 
Como propiciação, para que sua justiça definitivamente fosse saciada e pudéssemos obter
 
O perdão pelos pecados...
 
E, finalmente, quando viu que o preço já estava pago e a ira de Deus já era apaziguada,
 
Entregou a vida que ninguém lhe poderia tirar, clamando: -Está consumado!-
 
E, em seguida, -Pai, entrego em suas mãos o meu Espírito-...e expirou..."

Compartilhar
Tony
18/10/2013

  • 0 comentários
  • 117 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados