MULHERES

MULHERES

São tantas as falenas a rodopiar,
Por entre as flores na pradaria.
São menos que as estrelas a brilhar,
Na distância que meu olhar alcançaria.
 
São tantas as mulheres por mim a passar,
Que mesmo que eu quisesse, não as lembraria,
Por elas, já vi homem de tristeza chorar,
E outros felizes, cantarem de alegria.
 
Não sei bendigo ou maldigo a mulher!
Tem momentos de flor suave, sedutora,
Dominando pela candura faz do homem o que quiser,
Sorrindo, se transforma do homem em executora.
 
Mulher que me leva à loucura,
No momento maior do prazer.
Mulher que despida da doçura,
Leva-me ao desespero, faz-me sofrer.
 
A mulher pôs-me no mundo,
Mulher minha doce fantasia,
Sorrindo nos leva ao mais profundo
Inferno dos nossos sofridos dias.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A mulher é mais forte que o homem! É ela que nos dá a vida! Dela o homem é sempre dependente basta que ela desempenhe sua missão de mãe amorosa, esposa ciente da sua importância, pois que é a mantenedora da família.
É ela que norteia o rumo de sua prole e em quem o homem encontra apoio para ser um forte diante dos entraves da vida.
É ela que sem imposição é a rainha do mundo!

Num dia de primavera.