Site de Poesias

Menu

Comentários da Poesia "Viva....Vida !"

de Charlyane Mirielle

Gostaria de deixar seu comentário?

Comentários

ATENÇÃO: Os comentários aqui registrados não representam a opinião da equipe do Site de Poesias, nem mesmo recebem o seu aval. A responsabilidade pelo conteúdo dos comentários é inteiramente do autor dos mesmos. Ao poeta é reservado o direito de remover os comentários de seus poemas, quando achar por bem fazê-lo.

Uma mulher...
Com força fé e amor!
Uma mulher que grita em linhas...
Utilizando-se das palavras como instrumento divino!
Ainda não li suas outras poesias mas certamente o farei depois desta.
Rita Reikki
04/02/2006


Meu Deus! Essa poesia aqui foi um verdadeiro desabafo! Foi um tempo de paz de uma poetisa(linda, por sinal...)Essa sua poesia foi tudo, Charly.
Lindo, lindo, lindo... Sem palavras para dizer! Isso, porque, na verdade, eu também já senti exatamente o que você escreveu nos versos da poesia.
Um abraço e boa noite!
Murilo Saldanha da Silva

02/03/2008

viva a vida e vc que belo poema ...
seu poema é maravilhoso nao tenhop nem palavras!!

Viva a vida, embora as dificuldades sejam grandes, sejam cansativas e desgastantes, há sempre motivos para sorrir, há coisas que nos fazem felizes, especialmente o amor.
Linda Poesia
Mil Bjos
Nivaldo da Silva Santos

14/02/2006

Gostei muito do que você "grita em silêncio".Continue a "cantar uma linda canção" e a "dançar a ciranda do amor "...E que o vento traga a alegria !... Abraços .

Viva....Vida !
Ouço os sinos a badalarem
O som do entardecer
No socorro da noite infinita
Planejo meu amanhecer

Vejo as crianças brincarem
Felizes ao encontro do vento
E esqueço da vida aflita
No tempo em que fui sofrimento

Sorrio para o sol reluzente
Que inunda meu ser de calor
E agradeço a vida que insiste
em fazer de meu mundo amor

Vou cantar uma linda canção
Que fale de fé, de esperança e de vida
Vou dançar a ciranda do amor
Nossas mãos estarão sempre unidas

Em busca da paz que se esquece da gente
Em busca da alma outrora perdida
E o vento trará novamente
A alegria há tempo esquecida

Não contei, não medi, não julguei...
só vivi...em cada linha mais amor!
qualquer palavra minha não expressa a emoção!

03/02/2006

Voltar à poesia