Site de Poesias

Menu

UMA ESTRELA RELUZENTE

Não posso ver Henrique de outra forma/ Se seus olhos brilham com tal cintilação/ Que me contagia e logo me transforma/ No avô apaixonado e cheiro de emoção.

O seu sorriso é tão sincero e constante/ Refletindo felicidade, pureza e carinho/ Que sonho dia e noite, a todo instante/ Ser ele uma estrela no meu caminho.

E amanhã, eu já velho e bem cansado/ Sentarei ao seu lado e bem lentamente/ contarei histórias do tempo passado/ E dele, ouvirei atento, as do presente.

Assim, agradeço a Deus por conceder/ Que nesta vida eu fosse contemplado/ Encontrando sempre alegria pra viver/ Ao lado de Henrique, meu neto amado.

Compartilhar
Haroldo Guilherme Josuá de Medeiros
24/07/2013

  • 0 comentários
  • 209 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados